QUEBRANDO A CARA

Quebrando a Cara é um filme em 16mm, colorido, com 75 minutos de duração, que conta, em forma de documentário, a história de Eder Jofre, duas vezes campeão mundial de boxe.

Mais do que isso, Quebrando a Cara é a saga da família Zumbano-Jofre pelos ringues de São Paulo, cidade que surge através da cada personagem, como se ela mesma fosse um deles, e, certamente, não o menos importante.

Quebrando a Cara é um álbum de família onde desfilam personagens como Ralph Zumbano, estilista, campeão sul-americano peso-médio, Ricardo Zumbano, autor do nocaute mais rápido do Brasil, conhecido como "Esquerda de Leão" e Zumbanão, misto de lutador de boxe e brigador de rua, uma lenda da Boca do Lixo em São Paulo, por suas brigas mitológicas. Quebrando a Cara é sempre sobre o ídolo esportivo brasileiro mais genuinamente popular: Eder Jofre.

Ao contrário de outros esportistas subitamente famosos, Eder Jofre jamais deixou de se misturar ao povo a que pertence, no sentido mais literal da palavra.

Foi impossível para Eder Jofre deixar de ser ele mesmo, isto é, o típico paulistano de subúrbio pobre, o Parque Peruche, bairro em que nasceu e foi criado.

Como foi impossível para toda a família deixar de ser o que era: uma família de pugilistas, onde até uma tia, Olga Zumbano, lutava.

Quebrando a Cara é um filme sobre velhos lutadores. Durante uma época foram conhecidos e, às vezes, temidos por toda São Paulo. Depois o tempo passou sobre eles.